Blog Onnix

Dicas e Informações de gestão para indústria de panelas de alumínio.

Assine

Inmetro vai certificar panelas de alumínio a partir de 2019

Melhorar a qualidade do produto e ampliar a responsabilidade das indústrias de panelas de alumínio. Essa foi a intenção do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, junto com o Inmetro, ao estudarem a implantação de regulamento para panelas de aço e alumínio.

Após constatar produtos com falhas em relação às normas da ABNT NBR 14630, 14876 e 14876, que se referem à segurança, como especificação dos materiais, vazamento à temperatura ambiente, resistência à corrosão, entre vários outros itens, o Inmetro decidiu desenvolver um Programa de Avaliação da Conformidade para panelas.

O instituto se baseou em um levantamento de reclamações de consumidores sobre a qualidade e os acidentes, onde percebeu inúmeras queixas relacionadas ao produto. Para as panelas de alumínio, foram levadas em consideração outras queixas como escorregamento da panela sobre a grade do fogão, causando, em alguns casos, queimaduras no consumidor, e liberação do revestimento antiaderente. Assim, as panelas vendidas no País vão ganhar selo de segurança do Inmetro a partir de 2019.

Os estudos iniciaram ainda em 2014. Já naquele ano, uma portaria federal estabelecia a certificação de utensílios domésticos em alumínio. Todas as empresas do setor teriam que se adequar ao padrão nacional de qualidade, realizando pré-testes e testes em laboratórios credenciados ao Inmetro. A certificação deveria estar vigorando desde 2015, mas a argumentação das entidades e empresas do setor fez o Inmetro prorrogar o prazo para 2019.

Sudoeste paranaense é referência em alumínio

O Sudoeste do Paraná é o segundo maior polo produtor de utensílios em alumínio do País. Na região, concentram-se diversas indústrias de panelas de alumínio, organizadas em grupo através da APL do Alumínio (Arranjos Produtivos Locais).

Atualmente, existem 96 empresas que atuam na fabricação de utensílios para cozinha na região Sudoeste – 33 delas em Francisco Beltrão e 22 em Pato Branco, totalizando mais de 1.500 postos de trabalho. Nos últimos anos, as empresas integradas à APL do Alumínio no Sudoeste exportaram mais de US$ 900 mil em produtos.

Dicas para conservar melhor as panelas

As indústrias e o Inmetro estão preocupados em ajustar os detalhes e garantir produtos de qualidade aos consumidores. Contudo, manter práticas adequadas ao utilizar as panelas e seguir algumas dicas simples de cuidados e conservação pode colaborar para maior durabilidade e funcionalidade do produto. Veja as dicas que preparamos para você que poderão ser incluídas em seu manual para o consumidor:

  • Como lavar: Seja qual for o material de sua panela, não use objetos cortantes ou de metal para raspar o que grudou no fundo dela. Apenas encha o recipiente com água quente e um pouco de sabão e deixe os resíduos amolecerem. No final, será mais fácil fazer a higienização correta.
  • Aço inox: Sempre que possível, enxágue-as com água quente e seque imediatamente para que o brilho natural do material seja mantido.
  • Ferro: Lave com sabão neutro, de preferência em barra. Após a lavagem, coloque-a para secar sob o fogo, até que a umidade evapore.
  • Alumínio: Lave com esponja dura, mas não abrasiva, use detergente líquido ou sabão em barra. Seque imediatamente para prevenir manchas.

O software da Onnix Sistemas para Gestão de indústria de panelas de alumínio já está preparado para atender a questão de gerenciamento de lotes de matéria prima e produto produzido. Solicite uma demonstração gratuita.

Solicite uma demonstração do sistema de gestão de indústria de alumínios

Fontes:



Este texto foi publicado nas categorias Indústria de Alumíno com as tags , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *